By Mao

16 pages in black and white, A4 format, greenish brown cardstock cover. Released on January 4, 2016, at the Tenderete 11. First edition of 15 copies (soldout), with a second edition with a new cover of 40 copies.

Colony collapse disorder is a phenomenon characterized by the sudden disappearance of bee colonies from their hives. Its causes are not completely determined. It is thought that colony collapse disorder results from the concerted effects of certain pesticides that compromise the honeybee’s navigational abilities and immune system and the dispersal of honeybee parasite mites.

In this comic, Mao adopts the term to show another story, or to show the same story through the looking glass. There, the effects of human activity are investigated as productive interactions between the living and the inorganic. The outcome is a disturbing story that fits well in the category of environmental horror.


 

De Mao

16 páginas a preto e branco, formato A4, capa em cartolina castanha-averdejada. Lançado a 4 de Janeiro de 2016, no Tenderete 11. Primeira edição de 15 cópias (fora de stock), com uma segunda edição de 40 cópias com uma capa nova.

Colony collapse disorder é o nome que se dá ao desaparecimento súbito de colónias de abelhas por todo o mundo. As suas causas não estão completamente esclarecidas, mas julga-se resultar da convergência de vários factores, incluindo o uso de pesticidas que comprometem a navegação e o sistema imunitário das abelhas, e a dispersão oportunista de espécies de ácaros que parasitam as abelhas.

Neste zine, Mao apropria-se do termo para mostrar outra história, ou a mesma história vista do outro lado do espelho. Aqui, as actividades do ser humano são investigadas como interacções produtivas entre o vivo e o inerte. As consequências são perturbadoras e não é exagero meter isto na prateleira do environmental horror.